terça-feira, 20 de junho de 2017

EU E A VIOLETA


           Encostei minha mão na violeta
           inspirada na crença plausível
           que nossos elétrons se mesclem
           e o miraculoso se faça possível

                    A violeta me daria beleza
                    simplicidade e aceitação
                    Eu lhe daria amor

                    cuidados sem fim e admiração


                                                                   Maat* 2017

MOMENTO ESPECIAL

Não sou dona da minha vida
do meu dinheiro e da minha vontade
obedeço o fluxo de quem me chama
carente de amor ou de caridade



Em companhia da minha cerveja
cultivo um pouco de privacidade
reabasteço na reflexão

                                                 a energia usada na minha bondade

                                   Esse momento é especial
                                   minha solidão abençoada
                                   entre um gole e um pensamento
                                   sinto a força restaurada



                                                                        Maat* 2017


PRECE HUMILDE

  
        Humildemente clamo ao senhor
        paciencia e persuassão
        preciso aceitar os limites
        de espaços que não me darão

              Aceito o silencio imposto
              com muita resignação
              Meu tempo passou, obedeço
              Fui mãe, sou avó sem razão


                                   Maat* 2017


TRANSEUNTE

Perambulando pra lá e pra cá
bolsa, sacola e casaco na mão
desprovida das minhas coisas
fico dispersa e sem atenção

       Nem espaço tenho  mais
       meus pertences a vagar
       fiquei sem computador
       mas uso a mente e o celular
      

              Peço a Deus que não me tire
              a capacidade de pensar
              fazer rimas,montar versos

              criar temas e inovar

                                              Maat* 2017


segunda-feira, 19 de junho de 2017

OLHANDO O PASSADO

Como é triste olhar para trás
e se arrepender do que fez
ver que a vida estava sem rumo
por falta de lucidez

Como é bom ver a vida nos trilhos
com equilíbrio,saude e paz
feliz porque tudo mudou
e o passado ficou para trás


                                                                           Maat* 2017

ZICA

ZICA 
O tempo muda de novo
muda também minha vida
o que era para ter sido não foi
Nada mudou…que pena ! Deu zica !



Se porém tudo mudasse
assim como o tempo mudou
não estaria aqui agora
a lhes dizer que a esperança brochou


Maat* 2017

ESPERANDO O FRIO

Chupando laranja azeda
e vendo o céu pela janela
esperando o frio chegar
embaixo do edredom de flanela

Sozinha no apartamento
me ponho a meditar
se na vida é preciso ser útil
melhor ver o céu em outro lugar

Levanto e vou pra cozinha
Troco a laranja pelo chá quente
Preciso fazer algo útil
no meu caso, faxina na mente
             Maat* 2017